Atuante e com uma visão plural Carmem Betti trabalha pelo coletivo

por DRIELY PINOTTI publicado 18/01/2019 07h55, última modificação 18/01/2019 08h00
18 de Janeiro de 2019

Vereadora, evangélica e defensora dos direitos da mulher, a agora vice-presidente da Câmara Municipal de Primavera do Leste, eleita para o biênio (2019 -2020), Carmen Betti está em seu segundo mandato. Filada ao Partido Social Cristão, a parlamentar resolveu entrar para política partidária por entender que esse é o mecanismo mais eficaz de trabalhar pelo bem comum.

Natural de Rondonópolis, Carmen Betti, mudou-se para Primavera do Leste, em 1984, ao lado da família, ainda com 12 anos de idade e acompanhou todo o processo político-administrativo do município. Sempre buscando defender o interesse coletivo, a vereadora que presidiu a Comissão Permanente de Agricultura e Meio Ambiente, no seu primeiro mandato, realizou trabalhos efetivos para algumas comunidades rurais, como possibilitar aos moradores dos assentamentos Sangradouro e São Gabriel ferramentas que auxiliam a produção do trabalho da Agricultura Familiar.

Além disso, defendeu nesses quatro anos, a luta dos moradores da região do Vale Verde, em relação à melhoria de infraestrutura, saneamento básico e a regularização fundiária. Vale ressaltar que, no ano de 2017, a vereadora apresentou 20 emendas na área da saúde, no Plano Plurianual (PPA). Carmen Betti foi a primeira legisladora na história de Primavera do Leste a apresentar emendas no PPA, que é um plano feito a cada quatro anos pelos municípios para estabelecer diretrizes, metas e objetivos a serem cumpridos de forma estratégica.

A parlamentar, que é casada e mãe de três filhos, afirma que neste ano, a saúde continuará a ser uma das frentes parlamentares de seu gabinete. “Desde o ano passado estamos realizando algumas viagens em municípios que tem a saúde como referência. Esse é o meu objetivo para que Primavera do Leste atinja o nível de uma saúde pública de qualidade e eficiência. Iremos apresentar um projeto ao prefeito que visa reformular toda a forma de atendimento. Com isso, teremos mais agilidade e qualidade”.

Carmem Betti vai desenvolver um trabalho em prol da luta pelos direitos das mulheres – “precisamos de uma Casa de Apoio para abrigar as mulheres vítimas de violência doméstica, porque temos muitos casos em nosso município. Além disso, junto com a vereadora Iva Viana e Edna Mahnic, vamos realizar ações e fazer com que a Sala da Mulher seja um espaço de aproximação  com o público feminino”, salienta a vereadora. Ela ainda ressaltou que “Ao lado da bancada feminina também levantamos a bandeira das nossas servidoras públicas, que visa aumentar a licença maternidade para 180 dias”

Dentro da temática de aproximação da sociedade com as ações do legislativo, a vereadora Carmen Betti, salienta que a Mesa Diretora irá conduzir um trabalho focado na aproximação com a sociedade. “Queremos a população mais perto. Com isso, além das Sessões Itinerantes, vamos buscar mecanismos de oferecer a comunidade serviços de utilidade pública, além de atuar de forma democrática e transparente”.