Câmara Sustentável: Com foco de combater a dengue, Câmara Municipal de Primavera do Leste realiza ação de conscientização

por DRIELY PINOTTI publicado 10/06/2019 16h55, última modificação 10/06/2019 17h04
10 de Junho de 2019

Uma simples picada que pode levar a morte. Os dados de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, vetor de doenças como dengue, zika e chikunguya, aumentam a cada dia. Primavera do Leste tem números significativos de registros de dengue. São aproximadamente 200 casos notificados, somente nesses cinco meses de 2019. A realidade do estado de Mato Grosso não é diferente. São cerca de dois mil registros há mais, em uma comparação com o ano de 2018. A Câmara Municipal de Primavera do Leste, além de discutir estratégias para combater o foco de proliferação do mosquito, tem levado ações efetivas de orientação e conscientização aos moradores dos bairros considerados com índice de infestação altos, por meio do Câmara Sustentável, um programa de responsabilidade socioambiental.

Com esse objetivo de minimizar os casos de dengue e impedir que o município passe por uma epidemia da doença, vereadores e servidores estiveram no bairro Guterres, para vistoriar imóveis e conscientizar a população. Conforme o presidente da Câmara, Paulo Márcio (DEM), cerca de 80% dos focos do mosquito estão dentro das residências e pelos dados alarmantes do município, torna-se imperioso ações efetivas. “Precisamos envolver toda a comunidade no combate ao mosquito e ir além dos limites de nossas atribuições de vereador. Todos nós temos responsabilidade e, tomar consciência disso, nos faz vencedor dessa guerra contra o mosquito”, disse.

Para a vice- presidente, vereadora Carmen Betti (PSC), a maneira de intensificar os cuidados e eliminar tudo que pode acumular água, é através da união de esforços. “O poder público tem feito a sua parte, com os trabalhos de vistorias e, inclusive, com a criação da Sala de Controle, responsável em discutir estratégias de combate. Mas precisamos do engajamento da sociedade para atingir o objetivo”, salientou.

Conforme o vereador Luis Costa (PR) são as pequenas ações que fazem a diferença. “A discussão do enfrentamento ao mosquito é uma prioridade no parlamento do Legislativo. Tivemos registro de morte em nosso município e não podemos perder essa guerra para o mosquito. Levar orientação e conscientização a população, demonstra o nosso empenho e preocupação nesse combate”.

A vereadora Iva Viana (PDT) salienta que os criadouros estão em qualquer acúmulo de água parada, por menor que seja. “Por isso, precisamos manter os cuidados diários para eliminar o mosquito. O combate não pode ocorrer apenas em determinados período do ano, ele deve ser contínuo. Só assim conseguiremos diminuir os índices”.

Câmara Sustentável

O Programa Câmara Sustentável foi implantado com o objetivo de criar uma política de responsabilidade socioambiental dentro dos princípios de economicidade e uso consciente de tudo que os servidores e vereadores utilizam na rotina diária. Segundo o presidente Paulo Márcio (DEM), “nosso foco é incentivar a gestão sustentável e fazer a nossa parte enquanto cidadão. São gestos pequenos, que parecem não ter impacto, mas reflete nossa responsabilidade de pensar no futuro, meio ambiente e economia do dinheiro público”, explicou.

Conscientização aos moradores do Guterres

Conscientização aos moradores do Guterres

Conscientização aos moradores do Guterres

Conscientização aos moradores do Guterres

Conscientização aos moradores do Guterres

Conscientização aos moradores do Guterres