Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Enfermeira Giovana trabalha para a implantação do programa “Melhor em Casa”

Enfermeira Giovana trabalha para a implantação do programa “Melhor em Casa”

por Marcos Arruda publicado 09/03/2022 08h26, última modificação 09/03/2022 08h26

 

        Uma realidade que está bem perto de nós, o Programa “Melhor em Casa” já funciona na cidade vizinha de Campo Verde. Por lá, essa iniciativa do Ministério da Saúde há 10 anos, é sucesso, e a vereadora Enfermeira Giovana está empenhada em trazer para Primavera do Leste também.

         A possibilidade de um atendimento em casa, perto da família, é o objetivo deste programa que já levou os cuidados especializados a mais de 500 mil brasileiros com doenças graves e crônicas, reduzindo a permanência em hospitais.

        De acordo com informações do Ministério da Saúde, os pacientes contam com diferentes profissionais da saúde: médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, técnicos em enfermagem e outras especialidades que periodicamente visitam pacientes em suas casas. A frequência de visitas é definida de acordo com as necessidades clínicas de cada caso e os atendimentos incluem exames, medicação, reabilitação, entre outros. Para que um paciente seja incluído no programa, é preciso passar por uma avaliação e encaminhamento médico.

        Os pacientes atendidos geralmente têm algum problema que exige cuidado constante. Além dos benefícios para eles, como o baixo risco de infecção hospitalar, por exemplo, também há uma economia para o Sistema Único de Saúde (SUS). Dados mostram uma redução de até 75% no custo com relação ao paciente que ocupa um leito.

        A vereadora Giovana acredita que o transporte desses pacientes até o hospital pode ser agressivo dependendo do estado de saúde. “Além disso, os familiares são ensinados a fazer alguns procedimentos simples, sempre acompanhados pelos profissionais, o que torna o tratamento mais humanizado e leva melhoras para a evolução dos pacientes”, defende a parlamentar.

        A proposta foi levada ao Poder Executivo por meio de indicação. Porém a vereadora revela que está programando viagem à Brasília para buscar a homologação do programa na cidade. O trabalho do município ficará por conta de destinar os profissionais de saúde para comporem as equipes de atendimento domiciliar, já que todo o financiamento ocorre por parte da federação.

 *Com informações do Ministério da Saúde

 

 

 

Combate ao COVID-19

Colabore no combate ao COVID-19

Siga as nossas redes sociais

Facebook  YouTube  Instagram

Acompanhe o processo legislativo da Câmara

SAPL

Ouvidoria

Ouvidoria

Transmissões ao vivo - Clique para assistir

YouTube-libera-transmissão-de-vídeo-ao-vivo-pelo-celular – Sitre – Simpósio  Internacional