Vereadores cobram da população ações de prevenção ao Covid-19.

por FABRICIO COSTA publicado 22/06/2020 15h04, última modificação 22/06/2020 15h04
E evidenciaram o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Saúde, Prefeitura e Comitê Enfrentamento ao Coronavírus.

Durante a última sessão da Câmara de Vereadores de Primavera do Leste, realizada na manhã de segunda-feira (22), os vereadores cobraram da população atitudes de prevenção ao coronavírus. Eles evidenciaram o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Saúde, Prefeitura e Comitê Enfrentamento ao Coronavírus.

O vereador Miley Alves, comentou em relação a postura da sociedade diante da pandemia. “Não sou a favor de fechar a cidade, a prefeitura municipal vem desenvolvendo um ótimo trabalho, porém, a população não está colaborando. Precisamos criar um canal de comunicação com a população para denúncias de aglomerações nos bares. Eu tenho recebido muitas ligações e mensagem em meu celular”, pontuou o vereador.

O presidente da casa, o vereador Paulo Márcio se pronunciou, parabenizando a todos os empresários e a prefeitura municipal pelos kits que começaram a ser disponibilizado à população para tratamento de pacientes com Covid-19 já nos primeiros sintomas. “Destacamos aqui a iniciativa da prefeitura municipal através da secretária de saúde e com orientação do comitê do Coronavírus, em organizar o sistema de saúde do município para que todos os ESF da cidade possam atender os pacientes com sintomas gripais no período da tarde, mediante a agendamento telefônico”.

Já o vereador Carlos Araújo comentou a indicação de sua autoria, que visa o repasse de “vale gás” para famílias carentes da cidade. “A medida é de apoio às famílias primaverense de baixa renda e de famílias que estejam passando por dificuldades financeiras e de alimentação em função da pandemia do Covid-19”. Além de solicitar a Prefeitura, que o PROCON intensifique a fiscalização aos estabelecimentos comerciais e que tome providências quanto ao aumento abusivo na procura dos produtos relacionados ao combate e prevenção do Covid-19 e de produtos básicos que vão à mesa da população primaverense.

A vereadora Edna Mahnic Lamentou as mortes ocorridas na última semana decorrentes do Covid-19. “Precisamos de leis mais drásticas para eliminar aglomerações, só não concordo com as restrições de tempo, pois isso causa aglomerações, esses órgãos particulares ou públicos devem ter os horários estendidos, essa seria uma solução para minimizar as aglomerações”, destacou a vereadora.

Quem também fez um apelo à população para que respeitem o isolamento social foi a vereadora Iva Viana. “É muito triste, o povo não tem consciência, passamos no fim da tarde próximos a bares e estão lotados, fiquem em casa, não é para ir na casa de parentes e vizinhos, nós não sabemos ainda quando vai passar essa pandemia”.

O vereador Luis Costa defendeu medidas mais restritivas, entre elas o lookdown. “É o que é aconselhável quando há um surto, a elevação ou aumento de casos, é o que vem acontecendo em nossa cidade. Primavera do Leste já foi orientada pelo secretário de saúde do estado a promover o fechamento total”.

O posicionamento do vereador Antônio Marcos defendido em tribuna, foi a implantação da Lei Seca na cidade, proibindo a venda de qualquer tipo de bebida alcoólica. “Se tem que fechar as igrejas onde as pessoas vão conscientes, porque não proibir a venda de bebidas que as pessoas bebem e ficam inconscientes”, finalizou o vereador.