Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Zancanaro aposta na implantação da ferrovia estadual para alavancar Primavera e MT

Zancanaro aposta na implantação da ferrovia estadual para alavancar Primavera e MT

por Marcos Arruda publicado 27/09/2021 08h27, última modificação 27/09/2021 08h27

                A primeira ferrovia estadual de Mato Grosso deve começar a ser construída no início do 2º semestre de 2022. Serão 730 km, interligando os municípios de Rondonópolis a Cuiabá, além de Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, conectando-se à malha ferroviária nacional, em direção ao Porto de Santos (SP). O vereador Inspetor Zancanaro (MDB) esteve em Cuiabá e acompanhou a assinatura do contrato de adesão junto à Rumo Logística S/A para a implantação. O parlamentar usou a tribuna, durante a sessão ordinária desta última segunda-feira, para defender o novo meio de transporte. Segundo ele, Mato Grosso será um estado mais competitivo, com maior capacidade de escoamento dos produtos e de pleno desenvolvimento econômico.

 

                “Desde que entrei na Polícia Rodoviária Federal tenho acompanhado o escoamento da nossa produção agrícola; mandamos para outros locais do país e exportamos toneladas de grãos. Mas conforme dados, do IBGE de 2010, temos um Produto Interno Bruto menor do que estados como a Bahia e Pernambuco. Por isso, esse momento é muito importante. Representa para a região mais investimentos, geração de emprego, renda e recursos que ficam no campo e isso acaba retornando em mais investimentos em novas áreas de plantio. Então, ganha o produtor rural, o setor produtivo, o Estado e o Brasil, pois melhora a competitividade”, mencionou.

 

                Inspetor Zancanaro ainda lembrou que o Estado possui grande extensão territorial e depende exclusivamente de rodovias para o trânsito e transporte dos grãos e produtos. “Estamos no maior estado produtor de grãos do Brasil, mas nossa localização é distantes dos portos e centros de consumos. Nossas rodovias federais não vão dar conta de escoar todo o potencial que temos. É importante essa ferrovia para que Mato Grosso cresça cada vez mais e seja um grande produtor para o Brasil e mundo”, concluiu.

 

                A expectativa do  Governo é que as obras comecem no início do 2º semestre de 2022.Estudos realizados pela Rumo Logística indicam que mais de 230 mil empregos serão gerados durante os anos de construção da ferrovia.

Combate ao COVID-19

Colabore no combate ao COVID-19

Siga as nossas redes sociais

Facebook  YouTube  Instagram

Acompanhe o processo legislativo da Câmara

SAPL

Ouvidoria

Ouvidoria

Transmissões ao vivo - Clique para assistir

YouTube-libera-transmissão-de-vídeo-ao-vivo-pelo-celular – Sitre – Simpósio  Internacional